Tratamento da estomatite protética: revisão de literatura

Karine Vitor Martins, Sávio Morato de Lacerda Gontijo

Resumo


Objetivo: este estudo teve como objetivo investigar as principais opções terapêuticas para estomatite protética em pacientes utilizando próteses removíveis completas, para determinar o melhor método de tratamento, evitando recaídas e melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Material e Métodos: foi realizada uma busca nas bases de dados e ferramentas eletrônicas de busca PubMed, LILACS, SciELO e Web of Science utilizando palavras-chave, em português e inglês, como estomatite protética, Candida albicans, antifúngica, candidíase oral e tratamento. Resultados: os estudos demonstraram que os principais fármacos utilizados no tratamento da estomatite protética são miconazol, fluconazol, itraconazol, nistatina, anfotericina B, cetoconazol, clotrimazol e clorexidina. Independentemente do tratamento empregado, há melhora dos sintomas clínicos da doença, mas não impede a recolonização da mucosa oral em pacientes com pouca higiene da prótese dentária. Conclusão: não é possível determinar a melhor terapia para estomatite por prótese dentária, uma vez que os estudos avaliados mostraram eficácia do medicamento, mas com recidivas, especialmente em pacientes com pouca higiene da prótese dentária.

Palavras-chave


Estomatite de dentadura; Candida albicans; Terapêutica

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18363/rbo.v74n3.p.215

Direitos autorais 2017 Rev. Bras. Odontol.

e-ISSN: 1984-3747

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Odontologia está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional