Lipo enzimática de papada - uma revisão da literatura

Karine Toledo Moscone

Resumo


Objetivo: descrever, através de uma revisão de literatura, a técnica de realização da Lipo Enzimática de Papada, as indicações e contra-indicações e possíveis riscos com a realização do procedimento. Revisão de Literatura: os padrões de beleza têm mudado exponencialmente nesta ultima década, e com eles o padrão estético facial. Nefertite, uma rainha egípcia, voltou a ser modelo de harmonia facial e se tornou objeto de inspiração. Nesse contexto, existem várias técnicas que buscam obter esse resultado. A gordura na região submentoniana pode ser minimizada através de vários procedimentos, dentre eles a lipo enzimática de papada. Lipo Enzimática é um tratamento minimamente invasivo que permite a redução de medidas através da diminuição de gordura. É feita através de microinjeções subcutâneas, que ao serem aplicadas em toda região conseguem deixar o rosto livre da gordura indesejada. A substância aplicada na região é chamada de Ácido Deoxicolico a 1%, produz a quebra das células de gordura ao redor do pescoço, eliminando a área chamada de “queixo duplo”, podendo ser associada a outros tratamentos tais como bichectomia, preenchedores e toxina botulínica. Conclusão: a Lipo Enzimática de Papada promove uma diminuição substancial da gordura localizada na região submentoniana, sendo uma opção viável com poucas complicações e baixa morbidade para pacientes saudáveis, melhorando a estética facial e o rejuvenescimento da face

Palavras-chave


Harmonização Orofacial; Lipo Enzimática de Papada; Estética; Ácido Deoxicolico a 1%

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Rev. Bras. Odontol.

e-ISSN: 1984-3747

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Odontologia está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional